quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

VISÃO DE LONGO ALCANCE


Quando eu era menino, gostava de andar a esmo pelo parque perto de casa e observar alguns homens idosos jogando damas. Certo dia, um deles convidou-me para jogar. A princípio, o jogo parecia fácil. “Comi” uma peça dele e, depois, outra. De repente, ele pegou uma peça e foi saltando várias outras pelo tabuleiro, até chegar ao lado oposto, e gritou:

— Fiz uma dama!

Após dizer isso, ele “comeu” todas as minhas peças.

Naquele dia, aprendi o que significa visão de longo alcance. Ninguém se importa em perder algumas peças se estiver com os olhos fixos no lado oposto do tabuleiro, ou seja, no território da dama.

Não existem situações sem esperança na vida...existem apenas homens que se sentem desesperados em relação a elas.


Namaste



4 comentários:

angela disse...

É isso aí, tudo depende de onde e de como se olha.
beijos

Norma Villares disse...

Muito bom Hugo. Sempre devemnos lembrar desta visão.
Abraços

Maria José disse...

Hugo. Que lição em tão poucas palavras, meu amigo. Estou passando para lhe desejar um feliz final de semana, agradecer-lhe pela presença no Arca, deixando-lhe meu carinho, minha amizade e um beijo carinhoso.

Cacau Jafet disse...

Olá Hugo! Passei para desejar um bom dia,
bjosss