segunda-feira, 26 de outubro de 2009

ESCOLHA DE AMIGOS


Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.

Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem,
mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto;
e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos,
nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril."

Oscar Wilde


3 comentários:

Padma Shanti disse...

Bom dia! Tem um selinho a sua espera em meu blog.
Namastê!

angela disse...

Quem é brilhante brilha sempre.
Bonito o que ele escreveu e você te-lo colocado aqui.
beijos

Hugo Cheng disse...

Obgo amigas pelos comentário, vou buscar o selo.abraços